Blogueiras que revendem e dão dicas de lingeries e moda intima

revender-lingerie

São Paulo, 07 horas da manhã e a blogueira Camila Belarori, aguarda ansiosa para mais informações vindas da Itália, sobre uma nova coleção de modas intimas de um famoso estilista do setor.

Pode parecer estranho para muita gente, mas, esta é atividade principal desta blogueira influente.

Você pode também estar se perguntando se isso dá a ela dinheiro? Sim, e muito dinheiro, cerca de 100k mensais! Mas como isso é possível?

Camila durante 02 anos, construiu uma audiência fiel e compartilhadora de tudo que ela publica em suas páginas na internet, sendo assim diversas marcas do Brasil e também de fora, a procuram para parcerias de divulgação, pois essa moça movimenta nada mais nada menos, do que 30 milhões de visualizações de potenciais compradoras do setor de lingerie e moda intima em geral.

As blogueiras de lingeries e moda intima

Nos dias de hoje, muitas são as blogueiras que se dedicam à produção de conteúdo sobre moda íntima e também sobre como revender lingerie. E é claro que, neste caso, a curiosidade de quem as acompanha concentra-se principalmente em lingeries – como os strappy bra, que são a grande tendência do momento.

E é neste sentido que muitas blogueiras acabam se tornando também revendedoras desses produtos. Elas dão dicas do que está na moda no que se refere à moda íntima e, depois, mostram também onde suas leitoras podem encontrá-las.

Um exemplo de blog que atua neste sentido é o blog ‘Adoro Lingerie’. Lá, as leitoras acompanham conteúdo exclusivo e atualizado com todas as principais tendências atuais de moda íntima feminina e, depois disso, podem comprar tais produtos por meio da loja virtual do blog (por meio da página do Facebook), uma vez que ele conta com uma linha exclusiva de revenda de lingeries.

Outras marcas que também trabalham com a revenda de lingerie pela internet são:

  • Flaminga – a Flaminga é uma loja virtual pioneira no que se refere à revenda de lingerie plus size, ou seja, com modelos exclusivos para as mais gordinhas. O destaque fica no fato que as peças são tendências da moda atual, comunicadas de uma forma sensual e moderna ao mesmo tempo também para as modelos plus size;
  • Loungerie – certamente o grande diferencial da Loungerie na revenda de lingeries fica por conta de sua própria ‘democracia’: ela oferece sutiãs e calcinhas que variam desde os modelos mais básicos para usar no dia a dia até os mais conceituais e sexys para noites especiais;
  • Verve – já a Verve é uma loja que atua na revenda de lingeries com um conceito diferenciado. O principal objetivo da mesma é aliar duas características: sensualidade com conforto. Sendo assim, as peças são bem delicadas e voltadas para mulheres cheias de personalidade;
  • La Rouge Belle – essa é uma das marcas preferidas no que se refere à indicação das blogueiras – lembrando que muitas delas também revendem lingeries da La Rouge Belle. Isso porque a marca é uma das mais desejadas e luxuosas do mundo inteiro, com lingeries de alto padrão e extremamente sensuais.

Read More

De um caso de amor nasceu a Dudalina

camisa-feminina-dudalina

A história de sucesso da empresa Dudalina se inicia nos anos 50, onde o casal seu Duda e dona Adelina resolvem se casar e ter em sua casa com 20 filhos.

Uma meta ousada para os dias atuais em que vivemos, mas para aquela época ter muitos filhos, acima de 10, era considerado um fato comum.

E durante esse caso de muito amor do casal nascia também uma necessidade, construir um negócio próprio em que a família inteira pudesse trabalhar e garantir o sustento.

 

E não foi a Dudalina que o casal fundou primeiro!

Em meados dos anos 50 o casal apaixonado resolve comprar um comercio de secos e molhados. Para quem não sabe esse tipo de comercio nos anos passados comercializava de tudo, digo tudo mesmo! Desde panelas a até remédios e comida.

E quem pensar que o cabeça dos negócios era naquele secos e molhados o homem, está muito enganado. Por incrível que pareça era a mulher.

Não estou sendo machista em relatar isso, digo porque em épocas passadas as mulheres eram muito subestimadas pela sociedade em um todo, desta forma não era comum ver alguma mulher comandando um comercio.

 

Apôs um erro do marido a Dudalina estava preste a nascer

Lembra da meta ousada que comentei no início do artigo? Sim o casal vinha perseguindo o sonho e a mulher já estava em sua sétima gravidez.

E como de costume em sua gravidez, dona Adelina se ausentava do comercio e somente seu Duda ficava no comando.

Seu Duda era um rapaz de muito coração e não se importava muito com os negócios. Certo dia ele teria que ir sem a dona Adelina ao centro para comprar produtos para repor o estoque, como de costume. E desta vez ele cometeria um erro que mudaria a vida de toda família para sempre com a criação da marca de camisas Dudalina.

O marido com bom coração resolve atender um fornecedor, sendo que o mesmo estava decidido a vende-lo um lote de tecido por um preço muito abaixo e com uma condição: seu Duda poderia o pagá-lo em até dois anos.

 

Como foram criadas as camisas Dudalina

Ele não tinha visão de negócio e não havia percebido que em sua região não haveriam compradores para os tecidos, sendo que a cidade por ser muito pequena não abrigava nenhuma costureira.

Ao retornar as atividades dona Adelina teve uma brilhante ideia: porque não criar camisas masculinas com esses tecidos encalhados até então no armazém?

Seu Duda concorda, mas não tem a mínima ideia de como fazer, sendo assim ele pergunta: Como iremos costurar essas camisas? Não há nenhuma costureira na cidade!

Doda Adelina já tinha um plano bem definido, ela própria iria começar a aprender a costurar e apôs alguns meses, já estaria com mais duas mulheres contratadas, costurando suas belas camisas masculinas.

 

Nascia a marca Dudalina e 16 filhos

E com a junção do nome de dona Adelina + seu Duda, nascia a marca Dudalina.

Nem nos sonhos mais malucos do casal, se podia imaginar que aquele negócio seria uma potência na produção de camisas e, muito menos seria por muitos anos uma empresa que produzia peças para grandes marcas de diversos países mundo a fora.

Outro sonho que o casal perseguiu foi o de ter em sua casa 20 filhos. Eles quase chegaram lá, onde ao total construíram uma família de 16 filhos, sendo 11 homens e 05 mulheres.

E uma dessas mulheres mais tarde se tornaria a presidenta da Dudalina, onde mudaria novamente os rumos daquele negócio até então familiar.

 

Sônia Hess a mulher que mudaria a Dudalina

Ainda bem jovem a moça foi para Europa aprender a manejar maquinas de costura modernas e também a fim de aprender mais sobre corte e costura.

Sônia Hess chegou a trabalhar já no Brasil em várias concorrentes, antes de sua entrada para o comando da Dudalina.

A história da marca começa a mudar em 2010, onde Sônia com uma estratégia de marketing arrojada, lança as primeiras camisas femininas Dudalina.

O lançamento foi um sucesso e parecia que estava na cara que iria um dia acontecer, só que ninguém ao longo de mais de 60 anos de empresa, percebeu esse potencial de camisas femininas, sendo que o carro chefe sempre fora as camisas masculinas.

Um ano depois do lançamento da coleção feminina, a marca já contabilizava cerca de 15% de faturamento vindo somente desta nova coleção.

 

A queridinha das executivas

Pouco depois do lançamento das ótimas camisas femininas, uma das estratégias de marketing da marca, foi enviar camisas para diversas apresentadoras famosas e, isso deu muito certo.

Apresentadoras como Fátima Bernardes (na época Jornal Nacional) e Ana Paula Padrão (na época jornal da Record) usaram as camisas diversas vezes em horário nobre.

Juntando essa estratégia com vários comerciais de tv e mídia impressa, não deu outra, a camisa feminina Dudalina passou a ser a queridinha de todas as executivas no Brasil. Saiba mais sobre essa história clicando aqui.

 

 

Conheça a história de Sônia Hess

Na palestra do vídeo abaixo você poderá conhecer mais sobre a empresária e também sobre uma curiosidade: Ela comenta que sabe ensinar a costurar, mas, por mais incrível que pareça ela não sabe costurar! Entendeu? Não? Assista o vídeo:

 

Em 2013 a empresa seria vendida

Como já abordado neste artigo, ao total o casal fundador da marca teve 16 filhos.

Em 2008 dona Adelina veio a falecer e deixou registrado com seus filhos um pedido especial, gostaria que sua família se perpetuasse com muita união!

Só que ao longo do tempo não fora isso que havia acontecido.

Em disputa de poder e graves desentendimentos entre os irmãos, Sônia decide vender a empresa para um grande grupo americano em 2013 e selar o compromisso com sua mãe. Entenda o caso neste acessando este link.

 

Marcas da empresa Dudalina

A seguir conheça algumas das coleções e marcas da empresa de camisaria mais famosa do Brasil.

Primeiro veja no vídeo institucional da marca como são feitas as camisas Dudalina, desde o planejamento até a produção final, onde cada peça passa por cerca de mais de 40 mãos diferentes a fim de atestar e garantir toda a qualidade agregada ao produto.

 

Linha Dudalina de camisas masculinas

camisa-masculina-dudalina

Linha Dudalina de camisas femininas

camisa-social-feminina

Marca Individual

A marca Individual produz não só camisas, como também uma linha para o público que não quer perder o estilo formal. Pode se dizer que a marca Dudalina Individual é voltada para o público Sport Chique.

individual

Marca Base

Esta marca é voltada ao público jovem. Com um estilo jeans wear, a marca Base vem conquistando diversos públicos, desde crianças, até adultos.

base-jeans

 

Em 2014 a Dudalina se junta a Restoque S/A

Apôs ser vendida em 2013 a Dudalina passa a ser negociada para uma fusão de portfólio de marcas que veio acontecer em 2014.

Hoje a empresa faz parte do portfólio de marcas da empresa Restoque S/A, que também é dona das marcas Rosa Chá, Le Lis Blanc e entre outras famosas.

Conheça mais detalhes sobre essa transação clicando aqui.

 

Rui Hess conta detalhes sobre a história da marca

Também filhos dos fundadores, Rui Hess conta diversas curiosidades sobre seus pais e também relata o porquê a empresa cresceu ao longo dos anos.

 

Lições levadas da história Dudalina

O que podemos aprender com essa história e principalmente com os fundadores?

Bom eu particularmente fico muito empolgado e motivado quando enxergo histórias como essa da marca Dudalina, onde a partir do nada, são criados negócios grandiosos!

Muitos podem se perguntar: E se seu Duda não tivesse comprado todo aquele lote de tecido, será que a marca seria criada?

A resposta é não talvez, mas, pode ter certeza que dona Adelina junto com seu Duda, teriam outra ideia de negócios e hoje eu estaria contando aqui outra história de sucesso.

E por que isso acontece com empreendedores de sucesso?

Simples, podemos compara-los como pintores de quadros famosos, que enquanto uns visualizam a tela em branco e não enxergam nada, o pintor por sua vez visualizam ali naquela tela branca, uma obra já criada, onde agora basta tirar o branco e colorir com o sonho criado primeiramente em sua mente.

É como muitos dizem:

Qualquer coisa que hoje utilizamos já foi criada duas vezes, e uma delas foi na cabeça do inventor!

 

Os criadores da marca Dudalina tiveram: visão, coragem e competência

Para complementar esse artigo, gostaria de compartilhar um vídeo do empresário Flavio Augusto, que aborda os ingredientes básicos para se construir qualquer negócio de sucesso.

Com certeza os fundadores da Dudalina tiveram que passar por todas essas etapas e, se você deseja construir também algo grandioso, terá que carregar em seu inconsciente essa mesma primíssima: visão, coragem e competência.

Assista essa obra prima de Flávio Augusto:

 

Desejo a você muito sucesso e que essa história da marca Dudalina, sirva de inspiração também em seus projetos!

Read More